Ícone de carregamento
Carregando...

Entrevista

Gilberto Kassab: ‘Declinaria se viesse o convite’ para assumir ministério

Indicado pela Frente Nacional do Prefeitos para assumir o Ministério da Cidades, que foi recriado, o presidente do PSD Gilberto Kassab agradeceu a lembrança mas ressaltou que o partido tem intenção clara de não participar do governo. Saiba mais nessa entrevista publicada pelo jornal o Tempo, de Minas, em 13/05/2019.

arquivos | 13 Maio 2019

Gilberto Kassab: ‘Declinaria se viesse o convite’ para assumir ministério

FacebookTwitterWhatsApp

Em entrevista publicada nesta segunda-feira no jornal mineiro O Tempo, o presidente nacional do PSD Gilberto Kassab anunciou que Alexandre Kalil,  prefeito de Belo Horizonte, deverá assumir em breve o comando do partido em Minas Gerais. Perguntado sobre a manifestação da Frente Nacional dos Prefeitos, que o colocou como um bom nome para comandar o Ministério das Cidades, Kassab agradeceu a lembrança, mas afirmou que não houve convite e que o PSD tem posição clara de não participar do governo. A íntegra da entrevista pode ser conferida aqui.

 

Questionado sobre a atuação de Kalil na prefeitura da capital mineira, Kassab foi taxativo. “Não preciso nem fazer essa avaliação, porque o eleitor está fazendo. Kalil é um dos prefeitos mais bem avaliados do Brasil. Isso mostra a qualidade do trabalho. Temos que aplaudir”, destacou, para confirmar que ele assumirá o comando do partido no Estado.

O ex-ministro falou ainda sobre a votação no Congresso da Medida Provisória 870, que definiu a alocação do Coaf no Ministério da Economia. Ele lembrou que o partido não fechou questão sobre o tema e lembrou que as bancadas, no Senado e na Câmara, tiveram posicionamentos distintos. “Fizemos o líder (da bancada) no Senado, Otto Alencar (PSD-BA), que votou para (o Coaf) permanecer no Ministério da Justiça, e tivemos a posição na Câmara que votou para permanecer no Ministério da Economia. São posições distintas. O partido não interferiu – e nem vai interferir – no plenário. Não teve nenhuma questão fechada em relação a esse tema”, destacou.