Loading
Carregando...

Diário de bordo



Dia Mundial da Água | 22 março 2015

Dia Mundial da Água

O dia 22 de março celebra a importância da água para a vida no Planeta. A data foi criada pela ONU em 1993, a partir da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Eco-92. O tema deste ano, ‘Água e Desenvolvimento Sustentável’, não poderia ser mais oportuno pensando na crise hídrica que vivemos hoje. A situação que vivemos hoje decorre, em boa medida, do uso irracional da água. Exploramos os recursos naturais sem planejamento e consciência, e isso causa situações extremas como secas e cheias, comprometendo setores importantes da sociedade. Como encontrar o equilíbrio? Acredito que o grande desafio do país será garantir o abastecimento de água a todos os brasileiros, administrando ao mesmo tempo a escassez de água em parte do país e as cheias em muitos locais vulneráveis. Como Ministro das Cidades, defendo a atuação do governo em algumas frentes: obras que impeçam novas crises e amenizem a situação atual de desabastecimento, políticas públicas de conscientização sobre a importância do uso responsável da água e pulso firme na gestão dos recursos. O Ministério das Cidades tem realizado reuniões quase diárias com prefeitos, governadores e autoridades para buscar soluções para cada região do país. Faremos tudo o que nos couber e for possível para combater este problema. 

ÁLCOOL | 13 março 2015

Precisamos falar sobre o álcool

Dados levantados pelo Estadão mostraram que a cada 36 horas um jovem morre no Brasil em decorrência do consumo exagerado de bebidas alcoólicas. Se contarmos os acidentes de trânsito causados pela embriaguez, esse dado é ainda maior. Infelizmente, o consumo excessivo de bebida alcoólica é aceito pela nossa sociedade e, aliado ao baixo custo e a falta de controle na oferta, acaba facilitando o contato cada vez mais precoce com essa droga. Quando fui prefeito em SP ampliamos a rede de Centros de Atenção Psicossocial, que passaram de 43 para 79, sendo 25 especializados no tratamento da dependência de álcool e drogas. Também criamos o Programa de Combate à Venda Ilegal de Bebida Alcoólica e de Desestímulo ao seu Consumo por Crianças e Adolescentes que, além de palestras nas escolas públicas sobre o assunto, fiscalizava e punia comerciantes que vendiam bebidas a menores. No mês passado a Câmara aprovou projeto que tipifica como crime a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos. Mas será que criminalizar a venda para menores é suficiente para impedir os abusos na vida adulta? http://bit.ly/1BYq4Qg