Loading
Carregando...

noticias | 26 julho 2018

Escolas do Piauí recebem antenas do programa Internet para Todos

FacebookTwitterWhatsApp

O ministro Gilberto Kassab participou nesta quarta-feira (25) do ato que marcou a primeira conexão de internet na escola Gervasio Costa, no povoado Novo Nilo, no Piauí. Foi uma das duas escolas municipais de União que receberam as primeiras das cinco antenas do programa Internet para Todos. Só no estado do Piauí, já são 192 cidades cadastradas. Nos próximos dias, será a vez das cidades de Barras, Miguel Alves e Alto Longa, também no Piauí, e de Rorainópolis e Caracaraí, em Roraima.

O Internet para Todos não oferecerá conexão gratuita para os moradores dessas localidades. A população será atendida com pacotes de internet por hora (uma, três ou seis horas) ou por capacidade (250Mb, 450Mb e 1Gb). Conforme definido pelo programa, os preços serão mais acessíveis do que aqueles atualmente praticados em áreas cobertas por sinais de celular, já que o Internet para Todos integra o Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac) e está isento de tributos.

As prefeituras se cadastraram e assinaram o termo de adesão que define a infraestrutura básica e as condições para a participação no Internet para Todos. Os municípios indicaram as localidades passíveis de atendimento, que receberão as antenas para a distribuição do sinal de internet. Além de garantir a segurança da área, também arcarão com as despesas de energia elétrica que esses equipamentos vão consumir.

O MCTIC está credenciando as empresas interessadas em participar do Internet para Todos por meio da Secretaria de Telecomunicações, que receberá um documento com a solicitação. A lista de localidades orientará as empresas para que definam onde desejam prestar o atendimento. Não tem prazo final – em qualquer momento, a empresa pode enviar um ofício para ser incluído no programa.

Segundo o ministro Gilberto Kassab, a expectativa é beneficiar cerca de 53 milhões de brasileiros que hoje não contam com internet em alta velocidade.

Fonte: MCTIC