Loading
Carregando...

acoes | 04 novembro 2017

Correios

FacebookTwitterWhatsApp

A reestruturação da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) é outra importante questão tratada pelo ministro Gilberto Kassab à frente do MCTIC. Entre as opções para a reestruturação dos Correios estão a privatização, a abertura de capital e a manutenção do modelo atual. “É importante para que a empresa seja cada vez mais eficiente, mas também defendo que os Correios tenham um tratamento diferenciado. É uma das empresas mais estimadas pelos brasileiros, mais querida, com serviços prestados ao longo da história do Brasil, e, portanto, qualquer alteração, se acontecer, vai ser feita com muito cuidado”, destacou ele.

Kassab explicou que a função dos Correios deve ser reestudada e que, naturalmente, algumas funções vão desaparecer, “seja com privatização, parceria ou extinção”. “É natural que, com o passar do tempo, os Correios foram mudando o seu objetivo. Há alguns séculos, eles entregavam cartas, hoje ainda entregam muitas cartas, ainda é a principal fonte de receita, mas cada vez mais temos outras atividades importantes, como por exemplo, a logística”, disse.

“Impomos aos Correios uma rigorosa recuperação e sua administração financeira foi melhorada. A operação negativa está em R$ 1 bilhão, mas estamos em ajustes, como a venda de imóveis e o ajuste do plano de saúde, o que nos permitirá chegar ao equilíbrio”.