Loading
Carregando...

acoes | 05 dezembro 2017

Saneamento Ambiental

FacebookTwitterGoogle+WhatsApp

Na gestão do Ministro Gilberto Kassab, de janeiro de 2015 a abril de 2016, importantes ações de saneamento básico foram realizadas. Além de ter celebrado contratos para 84 empreendimentos, com investimentos previstos de R$ 6,1 bilhões até suas conclusões, nos 14 meses em que esteve a frente do Ministério das Cidades foram investidos R$ 6 bilhões. Entre as contratadas estão obras como a interligação Jaguari/Atibainha, importantíssima para o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo, com investimentos de R$ 830 milhões para beneficiar 1,6 milhão de pessoas. No Rio de Janeiro, foi contratada a ampliação do Sistema Produtor Guandu, obra de R$ 1,5 bilhão para a construção da Estação de Tratamento de Água Nova Guandu, para aumentar a capacidade de abastecimento da região metropolitana, especialmente na Baixada Fluminense e irá beneficiar 3,6 milhões de pessoas.

Foram iniciadas obras em 186 empreendimentos, em contratos que preveem, ate suas conclusões, investimentos da ordem de R$ 10,8 bilhões. E foram finalizados e entregues 275 empreendimentos, que receberam investimentos de R$ 4,3 bilhões durante suas execuções.

As ações de saneamento básico envolvem as modalidades de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais, manejo de resíduos sólidos urbanos, saneamento integrado, desenvolvimento institucional, estudos e projetos e redução e controle de perdas.

Para realizar essas intervenções foram utilizadas duas fontes de recursos orçamentários e financeiros; recursos a fundo perdido, oriundos do Orçamento Geral da União e contratos de financiamento relativos ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).